10 filmes que a TV a cabo sempre reprisa (e a gente sempre vê)

Não sei vocês (adoro começar qualquer coisa com isso, dá uma sensação BONITA de diálogo), mas quando a NET chegou à minha casa eu antevi novos tempos. Tempos em que eu seria mais feliz e iria menos à locadora. Bom, à locadora eu já não iria mesmo, com medo de pagar uma multa gigantesca (longa história). Mas enfim, achei que não precisaria fazer ficha em outro lugar. E antes que vocês, espertões, me digam que eu poderia BAIXAR o filme que eu quisesse, lembro a todos que, apesar de ter uma conexão decente, meu computador só falta ter RODAS para ser uma carroça.
Portanto, achava que a NET mudaria minha vida, sabe? No primeiro mês foi uma maravilha. Depois comecei a entender a sistemática de reprises em TODOS os canais Telecine e aí passei a viver um DRAMA: ver filme repetido. Claro que “Alien Vs. Predador” e “O ultimato Bourne” eu sempre passo – o primeiro por ser inclassificável (nem na categoria “ruim demais”entra), o segundo porque néam, Matt Damon é gatinho, mas já deu. Next. Mas e os filmes que não são bons (no sentido de serem unanimidade), mas também não são ruins, e que servem como uma boa trilha sonora pra acompanhar aquela molezinha no sofá, aquele papinho ao telefone, aquele pacote de Doritos de pernas pro ar? Aquele filme que você começa a assistir porque não está fazendo nada e, quando vê, já passou três horas em frente à TV? Pois…
(“Sessão da Tarde” está de fora por um motivo simples: passa em horário comercial e eu trabalho, duh)

Minha lista de filmes que a TV a cabo sempre reprisa (e eu SEMPRE assisto). Atenção.

1. “Ligeiramente grávidos”. De janeiro pra cá, já vi SETE vezes. Motivo um: Seth Rogen. Motivo 2: Judd Apatow. Motivo 3: Seth Rogen (e digo isso num looping infinito)
2. “Minha mãe quer que eu case”. Já contabilizei 5 ou 4 assistidas. Motivo: filme de mulherzinha com dois caras LINDOS, mãe que liga o tempo todo, irmãs que fazem teleconferência (não perguntem).
3. “Queridinhos da América”. Esse é o clássico dos sábados no VH1. Motivo: John Cusack. Não preciso explicar mais.
4. “Meninas malvadas” (“Mean girls”, é assim que traduziram mesmo?). Não lembro o canal, mas é Warner ou algo do tipo. Motivo 1: Lindsay Lohan no auge. Motivo 2: bitchness makes the world go round. ADOURO.
5. “Como se fosse a primeira vez”. Também não lembro o canal. Motivo: Drew Barrymore. Quem não gosta dela chega aqui pra tomar um peteleco merecido. Musa. E ainda faz aniversário no mesmo dia que eu.
6. “Moça com brinco de pérola”. Outro que repete a beça, especialmente de madrugada, quando você chega da NÁITE e quer se jogar no sofá, ligar a TV e ver algo que dê SONO. Motivo 1: dá sono. Motivo 2: Scarlett Johansson vestida dos pés a cabeça. Também dá sono.
7. “O amor não tira férias”. Esse é clássico do Telecine. Sinopse: jornalista que só se dá mal no trabalho e na vida pessoal conhece um velhinho bacana da indústria do cinema e ainda pega um cara maneiro no final – e ela é a Kate Winslet. Jude Law é viúvo, rico e pai de duas crianças adoráveis – um vislumbre do mundo ideal. Ahn, e as duas moças trocam de casa numa boa e tudo dá certo. Ou seja: conto de fadas moderno. Bom para aqueles dias em que você está bem, não assista se estiver deprimido. Fica a dica.
8. “Escola do Rock”. Outro clássico de sábado, não lembro o canal, Warner ou Fox. Motivo: Jack Black kicking asses. Motivo 2: rock. Motivo 3: Jack Black (repito isso num looping infinito)
9. “De repente 30″. Mais um que não lembro o canal, mas que SEMPRE paro para ver. Motivo 1: Mark Ruffalo. Motivo 2: amo um dos vestidos que a Jennifer Garner usa, junto com o laço de fita na cabeça na cena em que ela vai encontrá-lo. Motivo 3: a cena em que TODOS dançam “Thriller”.
10. “Voando alto”. Taí um filme que eu acho subestimado. Quem leva a sério acha uó. Quem vê como uma grandessíssima e gigantesca PIADA se diverte LITROS. Não tem como não rir da cafonalha oitentista. Esse, aliás, vi hoje mesmo.

Pronto. Depois conto quais os filmes a TV a cabo sempre reprisa e eu NUNCA vejo. Heh.

2 thoughts on “10 filmes que a TV a cabo sempre reprisa (e a gente sempre vê)

  1. Super me identifiquei. Ligeiramente grávidos é um clássico por aqui tb, me identifico né? Como se fosse a primeira vez dá até medo do tanto que passa!! Mas tem esses memso, mesmo sabendo de cor a gente não aguenta e vê!

  2. Tenho de ligar a tv nas horas corretas. Adoro a maior parte destes filmes e nunca consigo vê-los. “Moça de brinco de pérola”não dá sono e “queridinhos da América” foi esculhambado pela crítica porque nunca um filme retratou também bem o que é o “jornalismo especializado em cinema”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>