Aqueles dias em que nada está bom

O lado ruim de der o mínimo de espírito crítico é que você sempre põe em xeque as suas habilidades.

Será que eu sou boa nisso mesmo?

Será que eu não deveria desistir dessa bobagem?

Será que eu não deveria me conformar e aceitar o fato de que eu nunca mais vou vestir 38?

Será que eu nunca mais vou conseguir escrever algo engraçado na vida?

O problema dessa lógica de pensamento é que, num determinado momento, você começa a se perguntar: será que eu deveria levantar da cama hoje?

Nessas horas eu sempre repito meu mantra “não quero ser Frances Ha, não quero ser Frances Ha” e vamos em frente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>